terça-feira, 21 de julho de 2015

Você usa o Frequencímetro?

Você sabe o que é um frequencímetro? Sabe para que serve? Você usa durante suas atividades esportivas? Bem se você não sabe para que serve eu vou tentar em poucas linhas escrever a sua função. O frequencímetro, ou monitor cardíaco, serve para medir e controlar os batimentos cardíacos de uma pessoa durante a prática da atividade física. Com ele, o indivíduo percebe se o seu batimento cardíaco está na faixa determinada para o seu treino e consequentemente se  o esforço que está sendo feito é condizente com a sua idade e com a sua condição física de momento. Sendo assim, quem usa o aparelho tem uma maior precisão do que está acontecendo com relação aos seus batimentos cardíacos e consequentemente, está mais seguro no que se refere a possíveis identificações de problemas cardiovasculares. Antes de você usar o seu frequencímetro você deverá calcular o seu limite máximo. Existem diversas fórmulas para esse cálculo, mas eu indico a de Jones e Col, 1975 que determina o seguinte:  Cálculo de BPM = 210 – (0,65 x idade) + ou – 12. Desta forma você terá um intervalo de confiança onde seu treinamento poderia ser feito de forma segura. Vale lembrar que o corpo humano não é uma máquina e que o fato de você treinar dentro desse intervalo em momento algum garante a você qualquer situação que não o fato de que, caso você não possua nenhuma situação de risco, seu treino deverá ser seguro. Deverá... isso não quer dizer que será! Entretanto, as pessoas que utilizam desse instrumento tem a possibilidade de identificar possível arritmia, que vem a ser um distúrbio do batimento ou ritmo cardíaco, como batimento muito rápido, muito lento ou irregular e desta forma procurar ajuda antes que a situação fique mais grave, devendo se estiver executando alguma prática esportiva, parar imediatamente e procurar ajuda. Alguns monitores também indicam a quantidade de calorias que foram gastas com o exercício, o consumo de oxigênio e quanto tempo o atleta permaneceu na mesma condição física. Um amigo me disse uma vez... Você já viu algum corredor de ponta usando isso? E eu respondi... Não. Mas penso que durante os treinamentos com certeza devem usar. Vale lembrar que corredores de ponta não usam sequer relógio para verificação de tempo. Outra coisa, os corredores de ponta devem estar sempre acompanhados de uma Equipe Técnica e isso com certeza prevê a existência de um médico para seu acompanhamento diário, fazem exames constantemente, já no caso de nós amadores, que corremos para nos divertir, para emagrecer...  conheço muitos que fogem dos médicos que nem diabo da cruz! Desta forma o risco de um eventual acidente é muito maior e aí é que entra o frequencímetro, tentando ajudar você a correr e voltar para casa, para sua família feliz da mesma forma que foi para a corrida. Muitos amigos me falam que a fita é desconfortável e que isso prejudica seu desempenho, bem vamos por etapas... as fitas que existem hoje no mercado são muito flexíveis e quase não apresentam qualquer tipo de incomodo e ainda.. de que vale um grande desempenho e depois ao final da corrida todos de sua família e amigos ficarem em volta da ambulância esperando para que você se recupere? Vale a pena correr esse risco? Bem espero de alguma forma com esse texto estar sensibilizando você a usar este aparelho e acrescentar ainda que se você se aprofundar no estudo dessa matéria verá que ele (frequencímentro) tem outras funções muito importantes no preparo de seu condicionamento e que sua utilização nos treinos é fator imprescindível para o alcance de um preparo físico ideal de maneira fácil e rápida, desde que usado corretamente. Mas isso é outro assunto, para outra oportunidade.
Um grande abraço

Marildo Nascimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um Comentário Legal